Sindilojas

Brusque, Botuverá e Guabiruba

O SINDILOJAS é uma entidade classista patronal do comércio varejista e atacadista de Brusque, Botuverá e Guabiruba.
Esta entidade tem como objetivo primordial defender os interesses das empresas do segmento que representa, principalmente no que se refere ao âmbito legal e de assistência ao empresário.

Últimas Notícias

Junho
Presidente da Fecomércio participa de reuniões em Brusque e Guabiruba
01/06/2018
O presidente da Fecomércio – Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina, Bruno Breithaupt, esteve em Brusque e Guabiruba nesta quarta-feira, 30 de maio, oportunidade em que foi recebido pelo presidente do Sindilojas – Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Brusque, Botuverá e Guabiruba, Marcelo Gevaerd.
Inicialmente, os empresários marcaram presença no evento Pós NRF (promovido pela Fecomércio/SC em parceria com o Senac/SC e apoio do Sindilojas), que teve como palestrante, o professor alemão Marc Knoppe, que abordou as principais tendências e tecnologias destacadas na Retail´s Big Show 2018, durante a Missão Técnica New York, realizada em janeiro deste ano. Breithaupt saudou os participantes e manifestou satisfação em visitar Brusque. “O objetivo desse evento é oportunizar o compartilhamento de informações e a troca de experiências. É em Nova York que se verifica as maiores tendências de varejo do mundo. Nem tudo que se vê lá é possível aplicar no Brasil, mas há sim, muitas ideias que podem ser colocadas em prática”, observou o presidente da Fecomércio.
O professor convidado apresentou ao público, tendências tecnológicas que podem ajudar a alavancar as vendas de lojas físicas e on-line. “O ideal é conseguir aliar a loja física com o e-commerce, pois essa aposta tem feito muito sucesso. Muitas vezes é difícil para a loja física expandir seu negócio para o mercado on-line e vice-versa, mas com o avanço da digitalização no varejo, é preciso realizar algumas mudanças. É claro que há necessidade de primeiramente se conhecer bem o público-alvo para saber quais ferramentas digitais usar e sempre antes de investir, se perguntar se o cliente vai pagar por esse investimento. Caso contrário, não vale a pena fazê-lo. Mas há muitas oportunidades de deixar os produtos mais atraentes e melhorar as vendas, com o uso de tecnologias que não são tão caras”, destacou Marc.
Após a palestra, durante painel com empresários que participaram da Missão Técnica New York, Marcelo Gevaerd considerou fundamental o uso das tecnologias, mas chamou atenção para a necessidade de se manter as relações pessoais. “É claro que devemos explorar a tecnologia para atrair o cliente, mas acredito que não tem atendimento melhor do que ser recebido com um sorriso e um bom dia. Quem trabalha com varejo nunca pode esquecer, que quem não tem fidelidade do cliente, não sobrevive a longo prazo. Você precisa acreditar que o cliente vai retornar à loja porque gosta das pessoas que trabalham lá ou da maneira como é atendido. Quando o cliente sabe que vai receber a atenção que precisa, ele certamente volta”, alertou o presidente do Sindilojas.

Paralisação
Num segundo momento, Breithaupt e Gevaerd estiveram reunidos com o presidente da ACIBr – Associação Empresarial de Brusque, Halisson Habitzreuter, representantes de outras entidades e autoridades, para discutir a questão das paralisações pelo país, que têm comprometido significativamente o dia a dia e a economia da região do Vale do Itajaí e de todo o Estado.
O presidente da Fecomércio declarou que nesta terça-feira, 29 de maio, esteve reunido com todas as federações patronais do Estado, deputados, representantes do Ministério Público e Tribunal de Justiça, governador do Estado Eduardo Pinho Moreira e presidente da Assembleia deputado Aldo Schneider. “O objetivo foi discutirmos e pedirmos ao governador que fizesse cumprir as leis porque sempre manifestamos que a paralisação dos caminhoneiros era legítima, mas de domingo para segunda-feira essa paralisação acabou. Ao que está havendo agora somos radicalmente contra, porque o país precisa voltar à normalidade. Nós brasileiros temos o direito de ir e vir, temos direito à alimentação, como sempre tivemos, então eu acredito que após as palavras do governador na reunião, ele vai fazer cumprir a lei. Entendemos que a partir de hoje as coisas vão começar a mudar e acho que nós, as pessoas de bem, temos a responsabilidade de informar nossos vizinhos, nossos contatos, de que o país precisa voltar a produzir, caso contrário, a conta para o brasileiro pagar, vai ser ainda maior. A cada dia que estivermos parados, o ônus vai ser mais pesado”, descreveu Bruno.
Na opinião de Gevaerd, os políticos já receberam o recado de que a população não está contente. “Acreditamos que com o fim da paralisação dos caminhoneiros tudo voltará à normalidade, mas ficou um recado aos senhores governantes, de que é preciso mudar. Foi um susto realmente o que aconteceu. A manifestação começou pacífica e no final tomou um rumo perigoso. O comércio teve um prejuízo muito grande. Em nossa região tivemos muitos colaboradores que não puderam ir ao trabalho diante da falta de combustível, casas que ficaram sem gás de cozinha, indústrias que não puderam trabalhar por falta de insumos. Então, está na hora de cada um retomar suas responsabilidades, ou teremos mais problemas. E que sirva de lição para os governantes”, expôs Marcelo.


Prefeitos e empresários debatem sobre Turismo

Já em Guabiruba, o presidente da Fecomércio, acompanhado pelo professor Marc Knoppe e pelo presidente do Sindilojas, foi recebido pelo prefeito Matias Kohler e por empresários do município. A convite do Sindilojas, os prefeitos de Brusque Jonas Paegle e de Nova Trento, Gian Voltolini, também se uniram ao grupo num almoço no Restaurante Schumacher, para conversar sobre o turismo na região.
Marcelo Gevaerd relembrou que em 2017 foi realizado um encontro com prefeitos e diversas autoridades da região na Fecomércio. “Na oportunidade foram iniciadas tratativas de união dos municípios de Brusque, Guabiruba, Botuverá, Nova Trento e Gaspar, com o intuito de fortalecer o turismo por aqui. A partir de então, pensamos em vários projetos, até chegarmos a um circuito de Cicloturismo, que abrange outras possibilidades, como caminhadas. A pedido do Sr. Bruno mantivemos este diálogo com as prefeituras, com empresários e também com o Convention Bureau de Brusque, criando uma comissão para amadurecer o projeto. E hoje, reunimos todas as pessoas envolvidas, para apresentar uma proposta de circuito que engloba mais de 200 quilômetros e que vai possibilitar um maravilhoso passeio de até sete dias, por belezas naturais da nossa região. Estamos felizes, porque essa proposta está saindo do papel e podemos contar também com o Senac e o Sesc, para nos auxiliar nesse trabalho de tornar realidade o Cicloturismo por aqui”, salientou Gevaerd, esclarecendo ainda, que quem ficará à frente do projeto a partir de agora é o Convention Bureau.
Para o presidente da Fecomércio, o Cicloturismo vai enriquecer ainda mais a região. “Se trata de uma proposta amparada pelo Sindilojas em parceria com as prefeituras e entidades, que engloba cinco importantes cidades com muitos aspectos a serem explorados e que certamente, será um sucesso. Acredito que com o interesse manifestado pelos prefeitos no encontro de hoje, esse projeto vai atrair um número maior de turistas para a região, proporcionando mais empregos e riquezas aos municípios”, considerou Bruno.
O prefeito de Brusque, Jonas Paegle avalia a iniciativa como positiva. “É necessário debater esse assunto, pois o turismo é fundamental para a cidade de Brusque. Além da área produtora, comércio e negócios, nossa cidade é conhecida pelo turismo religioso, por conta do Santuário de Azambuja. E hoje foi falado sobre o turismo ciclístico pelos municípios de Brusque, Gaspar, Guabiruba, Botuverá e Nova Trento, como também as caminhadas tradicionais que acontecem ao Santuário Santa Paulina. Nesse contexto, temos ainda a Cavalgada a Nova Trento, que era tradicional na cidade e atraía muitas pessoas de fora. Enfim, precisamos incentivar o turismo, porque temos muito a oferecer e inúmeras áreas bonitas para serem visitadas”, disse Jonas.
Para Matias Kohler, prefeito de Guabiruba, o encontro com lideranças e empresários foi bastante produtivo. “Certamente foi um dia de muito aprendizado, de um conteúdo rico dentro dessa aproximação que nós aqui valorizamos muito, entre o poder público e o segmento produtivo privado, e através dessa representatividade das entidades Fecomércio, Sindilojas, AmpeBr, enfim, dos que estavam aqui reunidos, percebemos que temos que somar. E o município de Guabiruba não está fora dessa linha na questão da construção de um turismo regionalizado. Estamos estimulando isso desde 2013, e percebemos que este é o caminho. A economia do país não permite mais que a gente faça para nós de forma isolada. Defendemos a visão de compartilhar os desafios e também os resultados. É isso que está acontecendo”, destacou Matias.
Gian Voltolini, prefeito de Nova Trento, também aposta na união dos municípios. “Quanto mais cidades agregadas, mais pessoas participando e envolvidas com o turismo, mais oportunidades podemos criar para que o turista venha de fato e permaneça na nossa região. Nova Trento já tem os ‘Caminhos de Santa Paulina’ que são as peregrinações, rotas e roteiros que levam ao Santuário. E o Cicloturismo vem ganhando força não só na região, mas no mundo inteiro. Penso que se estivermos um pouquinho na frente dos outros estados, isso será uma vantagem enorme, que nos potencializa para sermos pioneiros nesse segmento. Estamos avançando as conversas com os municípios o que é um sinal positivo à medida que vai trabalhando e tirando a ideia do papel. Então foi muito produtiva e importante esta reunião. Estamos no caminho certo”, considerou.

Missões
Ainda durante o encontro que debateu o turismo regional, o presidente da Federação do Comércio fez o convite para uma nova Missão Técnica da entidade. “Agora no mês de junho, teremos uma programação com visitas a cervejarias artesanais e vinícolas da República Tcheca. Temos quatro vagas disponíveis aos municípios interessados em enviar representantes. Em outubro teremos a Missão ao Vale do Silício e possivelmente em setembro, faremos também uma Missão à Grécia, para troca de informações exclusivamente na área do turismo, sendo que também colocaremos convites à disposição das cidades aqui da região”, comentou Breithaupt.

Qualificação
Por fim, o presidente da AmpeBr – Associação das Micro e Pequenas Empresas de Brusque e Região, Ademir José Jorge, que também esteve presente no encontro, manifestou preocupação com a escassez de mão de obra qualificada na área do vestuário, em especial, de costureiras. “Apesar de ser um encontro voltado ao turismo, e considerando que nossa região também é forte no turismo de compras, estamos preocupados com a falta de costureiras no mercado, que tende a se agravar no futuro. Precisamos fazer algo, para garantir a mão de obra qualificada nessa área. Por isso, aproveitando a presença do Senac, através de sua diretora em Brusque, Ana Cristina Heil Belli e do seu diretor estadual, Rudney Raulino, gostaria de propor uma parceria da entidade com a AmpeBr, no sentido de promover cursos de corte e costura aos nossos associados”, sugeriu Ademir.
A diretora do Senac Brusque, Ana Cristina Heil Belli, observou que a entidade já promove cursos de qualificação na área e se colocou à disposição do presidente da AmpeBr para conversarem sobre uma futura parceria.

Empresário Bruno Breithaupt marcou presença no evento Pós NRF e cumpriu agenda com autoridades e empresários, na quarta-feira, 30 de maio
Leia +
Fevereiro
Sindilojas entrega Troco Solidário para Rede Feminina de Combate ao Câncer
08/02/2018
Voluntárias da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brusque, estiveram na sede do Sindilojas na tarde de quarta-feira, 7 de fevereiro, para receber os recursos arrecadados com a campanha Troco Solidário, promovida pelo Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Brusque, Botuverá e Guabiruba.
A presidente da Rede Feminina, Rainilda Lunardelli Zucco, juntamente com a vice-presidente Naildes Schmitt e a tesoureira Sônia Araújo, recebeu o cheque simbólico no valor de R$ 2.008,14 das mãos do presidente do Sindilojas Marcelo Gevaerd. “Essa doação é muito significativa pois ajuda no custeio da manutenção e pagamento dos funcionários. Nossa despesa mensal passa de R$ 20 mil e atualmente não recebemos nenhum recurso do Poder Público. Atendemos em média 400 mulheres por mês, fazemos exames preventivos de colo de útero e o encaminhamento de 100 mamografias mensalmente. Por isso, a ajuda da comunidade é o que mantém a entidade. Agradecemos de coração a população de Brusque e região que sempre apoia nossos eventos, como o chá da Rede, a macarronada, pedágio, brechó, bingo, rifa e colabora com as campanhas de troco solidário”, declarou Rainilda.
Para o presidente do Sindilojas, Marcelo Gevaerd, é uma grande alegria poder ajudar a Rede Feminina. “Quero agradecer ao povo de Brusque que contribuiu. Foram muitas moedas que somaram o montante de pouco mais de R$ 2 mil e isso demonstra que muitas pessoas ajudaram. Esta foi a terceira entrega que fizemos do Troco Solidário e a quarta edição da campanha irá contemplar a entidade Anjos do Peito. Temos 50 caixinhas distribuídas em diversos estabelecimentos comerciais e esperamos que até o mês de junho, a população continue contribuindo para beneficiar mais essa importante instituição da cidade”, destacou Marcelo.
A coordenadora técnica do Instituto Catarinense Anjos do Peito, Angelina Lucia Tarter observa que as entidades sem fins lucrativos sempre enfrentam dificuldades para manter as atividades. “Tudo que recebemos é muito bem-vindo e de pouco em pouco vamos seguindo em frente. Essa oportunidade de ser beneficiado com a próxima edição do Troco Solidário do Sindilojas é importante para nós e esperamos que a comunidade colabore pois vai nos ajudar significativamente”, considera a representante da entidade Anjos do Peito.


Entidade recebeu o valor de R$ 2.008,14 do Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Brusque, Botuverá e Guabiruba na tarde de quarta-feira, 7 de fevereiro
Leia +

Serviços